Vereadores e Presidente do Conseg discutem sobre o atendimento da delegacia e do conselho tutelar

0

rudi

Atendendo a requerimento do vereador Charles Longhi (MDB) compareceu na sessão da câmara o presidente do conselho de segurança do município – Conseg, pastor Rudi Sano. Ele fez uma explanação dos contatos que o conselho está fazendo com a polícia civil sobre o novo horário de funcionamento da Delegacia de Polícia de Guaramirim, que atende agora de segunda a sexta-feira até às 19 horas. O trabalho do plantonista passou a ser feito somente em Jaraguá do Sul. “Foi colocado que Guaramirim é uma Comarca e que aos olhos dos cidadãos seria um retrocesso tirar o plantão daqui, inclusive do delegado não atender o plantão aqui na nossa comarca. A resposta é que essa era uma decisão do próprio delegado regional”, relatou o presidente.
Outra preocupação colocada pelo presidente do Conseg na câmara, e que foi levada para os representantes da polícia civil é sobre os atos infracionais de menores presos em flagrantes por tráfico. Esses menores estão sendo encaminhados para Jaraguá do Sul e acionado o Conselho Tutelar de Guaramirim, que tem que ir até o município vizinho atender este infrator. “Não é competência do Conselho Tutelar atender ato infracional. Os conselheiros atendem vulnerabilidade. Apesar de um ambiente de delegacia ser considerado vulnerável, não é competência deste conselho” afirmou o pastor.
Disse que a situação preocupa porque as conselheiras foram mal tratadas e ameaçadas. Segundo o representante do Conseg o delegado regional se mostrou indignado com a situação, e ficou acordado que a polícia civil tem que esgotar todas as possibilidades para encontrar a família, não feito isso será avisado o conselho tutelar. “Lembrando que estatuto diz que o adolescente pode ficar até 72 horas sob custódia do estado” concluiu o presidente.

Compartilhar →

About Author

Deixar Resposta